O Pinguim de Geladeira

Um tiquinho de coisas soltas, podem formar uma coisa só no final das contas.

Arquivos de ‘reflexão’ category

Retrospectiva 2013 e resoluções para 2014

Parte 1: Retrospectiva 2013

2013 foi um ano de mudança. De decisões. De reencontros. De surpresa. De alegria única. Da paixão repetida. De libertação, de renovação e de decepção. E acima de tudo, foi o ano do auto-conhecimento.

Foi o ano em que eu decidi largar a comodidade de lado e, depois de 3 anos, trocar de emprego.

Foi o ano que me fez reencontrar com amigas de infância que amo e sentia muita falta. Amigas essas, que me separei por imaturidade há pelo menos 5 anos atrás.

Foi o ano de surpresa, pq me fez ver que mesmo depois de pelo menos 5 anos afastadas, nada mudou. Nossa relação continua a mesma. E isso, pelo menos pra mim, só pode ser chamado de amizade mesmo.

Foi o ano em que o Galo foi campeão da Libertadores e sem querer ser clichê, me transportou pra um estado de alegria ímpar! Uma sensação gostosa, de torcedor. É gostoso torcer pra um time, saber amar e aprender a vencer!

Foi o ano em que me apaixonei de novo pelo mesmo homem. Comecei a sentir de novo borboletas no estômago. Que delícia!

Ano da libertação, da renovação e da decepção. Libertação do trabalho antigo. Sentir a esperança de novo, no trabalho novo! E aí renovar os ares, os colegas e as atitudes e perceber que o problema não é isso. Se decepcionar, percebendo que o problema sou eu mesma. Perceber que perdi o tesão pela função que exerço, pela área em que trabalho e pelo mercado que estou.

E por isto, fazer de 2013 o ano do auto-conhecimento. Pegar de tudo isso e saber que pouco a pouco, eu estou amadurecendo. Crescendo como pessoa e deixando que isso afete minha carreira profissional. Aprendi, em 2013, a me colocar em primeiro lugar, a deixar o trabalho de lado. A colocar os amigos em um outro patamar, bem acima de onde eles estavam e valorizar isso. Muito difícil encontrar bons amigos. Vamos valorizar os que temos. Vamos ser menos materialistas. Amanhã, posso ter um infarto e a única coisa que quero deixar é o que aprendi, o que sou e o que pretendia ser. O que conquisto é consequência de tudo que posso ser.

Vamos juntar todas estas reflexões e levar pra vida. Fazer da vida uma sprint. Sprint de um ano. Ao final de cada dia (ou nem tanto) fazer uma daily meeting e pensar no que estou fazendo, o que tenho pra fazer e o que me impede de fazer o que quero. No final do ano, fazemos uma retrospectiva e guardamos as lições aprendidas. Vamos ter kanban e utilizar postits! Isso faz crescer mais. É útil!

Parte 2: Resoluções 2014:

Vou fazer um apanhado de coisas que quero fazer em 2014 para me dar uma qualidade melhor de vida. As metas que todo mundo faz, tipo “comprar um carro” ou “ter um novo emprego” eu vou guardar só pra mim. Minha lista vai ter somente pequenas atitudes que podem mudar muito a minha vida. São coisas que já identifiquei e que com um pouquinho de esforço consigo mudar.

Vou fazer um “balanço” mensal para ver o que estou seguindo para poder ver o que estou fazendo certo, o que estou fazendo errado, o que ainda posso mudar, o que posso incluir… essa lista vai ser dinâmica!

1) Não comprar nada somente pelo preço
2) Atividade física no mínimo 4x por semana
3) Não comer por olho
4) Domar a mente. O que o corpo faz deve ser ordenado pela mente e não o contrário! Mind over the body!
5) Ter no mínimo 40 minutos diários dedicados à leitura
6) Estar mais junto dos amigos e família
7) Estudar fora da sala de aula
8) Ser mais altruísta e positiva
9) Praticar o desapego material e emocional. Não agrega? Desapega!
10) Fazer uma prece todos os dias pela manhã

E foi dada a largada!